Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Envie-nos a sua questão!

As questões são respondidas online. Todos os dados fornecidos, incluíndo nome e contacto são omitidos e não são divulgados. Os nomes usados são fictícios.
Pesquisar neste blog
 
Temas

aborto

adesivo

adesivo contraceptivo

agradecimento

álcool

amamentação

análises/exames

anatomia/fisiologia

anel

anel contraceptivo

candidíase

ciclo menstrual

citologia

citomegalovírus

coito interrompido

colagem de embalagens

consulta de planeamento familiar

consulta ginecológica

consultório planeamento familiar

contracepção oral de emergência

corrimento

diarreia

diu

diu cobre

dor

drogas

efeitos secundários

encaminhamento

espermatozóides

esquecimentos na toma

feliz ano novo

gravidez

gripe a

hemorragia

hemorragia de privação

herpes

hiv/sida

hpv

implante

implante contraceptivo

infecções

infecções sexualmente transmissíveis

informações gerais

injectável

interacção medicamentosa

laqueação de trompas

legislação

medicação

menopausa

menstruação

método do calendário

métodos contraceptivos

métodos definitivos

outros temas

período fértil

pílula

prática sexual

preliminares

preservativo

relação sexual

saúde

seropositivo

sexo anal

sexo oral

situação de diarreia

spotting

teste de gravidez

toxoplasmose

vacina

vasectomia

vómito

todas as tags

Sábado, 27 de Março de 2010
Período Fértil

Bom dia, Tenho uma pequena dúvida em relação ao período fértil; Se a mulher durante um ciclo de 30 dias não tomando qualquer precaução, pode engravidar em qualquer dia do ciclo, isto é certo não é ? A minha questão é a seguinte; o período fértil poderá ocorrer normalmente, com sintomas de dores no baixo ventre já habituais? Obrigado pelo vosso apoio.

Cara M.

A Equipa do Consultório de Planeamento Familiar agradece de novo o seu contacto. Para a mulher poder calcular o período fértil deverá anotar durante 6 meses a 1 ano a duração dos seus ciclos menstruais (1º dia da menstruação de um mês até ao dia anterior da menstruação do mês seguinte), assim irá saber quantos dias tem os seus ciclos menstruais. Este método chama-se método do calendário. Uma vez feita esta contagem, a mulher fica com o registo de vários ciclos menstruais e para calcular o período fértil tem de subtrair ao ciclo mais curto (18 dias) e ao ciclo mais longo (11 dias). Quando estes resultados estão calculados, o intervalo entre ambos (do menor para o maior) indica o espaço de tempo mais fértil do ciclo menstrual. É neste espaço de tempo que ocorre a ovulação, existindo uma maior probabilidade de acontecer uma gravidez, caso existam relações sexuais sem a utilização de um método contraceptivo.

Por exemplo: Imaginemos que o ciclo mais curto da mulher é de 25 dias e o ciclo mais longo é de 31 dias.

Então:

25-18 = 7

31-11= 20

Assim, o período fértil desta mulher vai encontra-se entre o 7º dia e o 20º dia do ciclo (contando sempre a partir do 1º dia da menstruação).

Se uma mulher não planeia e deseja engravidar, deve sempre utilizar um método contraceptivo de forma regular e correcta. Em relação aos sintomas e/ou sinais do período fértil variam muito de mulher para mulher. Neste sentido, não nos é possível referir se esse sintoma se deve à ovulação, ao seu estado de ansiedade, a problemas de origem física ou ao aparecimento da menstruação. Se porventura, ocorreu alguma relação sexual de risco, aconselhamo-la a consultar o/a seu/sua médico/a assistente e a realizar um teste de gravidez à urina passado 3 semanas da relação sexual de risco. No entanto, se pretende engravidar deve realizar uma consulta para preparar a gravidez - consulta pré-concepcional. Pode realizar esta consulta no centro de saúde da sua área de residência, nas consultas de planeamento familiar e/ou em consulta de ginecologia. Nesta consulta é realizado o historial clínico do homem e da mulher, tentando perceber o estado geral de saúde de um e de outro, se existem doenças específicas na família, se já existiram ou não gravidezes anteriores, para além de algumas análises clínicas e exames e a prescrição de medicamentos necessários ao desenvolvimento saudável da gravidez.

Esperamos ter esclarecido a sua questão, caso necessite ou fique ainda com alguma dúvida não hesite em voltar a contactar-nos.

Cumprimentos

A Equipa



publicado por APF às 12:48
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Dra. Fátima Palma
Ginecologista e Obstetra, Maternidade Dr. Alfredo da Costa

Posts recentes

Esquecimento na toma da P...

Relacionamento Sexual

Interacção Medicamentosa

Métodos Contraceptivos

Métodos Contraceptivos

Métodos Contraceptivos

Anatomia/Fisiologia

Interacção medicamentosa

Interrupção da toma da pí...

Pílula contraceptiva e he...

Arquivos

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

blogs SAPO
Subscrever feeds