Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Envie-nos a sua questão!

As questões são respondidas online. Todos os dados fornecidos, incluíndo nome e contacto são omitidos e não são divulgados. Os nomes usados são fictícios.
Pesquisar neste blog
 
Temas

aborto

adesivo

adesivo contraceptivo

agradecimento

álcool

amamentação

análises/exames

anatomia/fisiologia

anel

anel contraceptivo

candidíase

ciclo menstrual

citologia

citomegalovírus

coito interrompido

colagem de embalagens

consulta de planeamento familiar

consulta ginecológica

consultório planeamento familiar

contracepção oral de emergência

corrimento

diarreia

diu

diu cobre

dor

drogas

efeitos secundários

encaminhamento

espermatozóides

esquecimentos na toma

feliz ano novo

gravidez

gripe a

hemorragia

hemorragia de privação

herpes

hiv/sida

hpv

implante

implante contraceptivo

infecções

infecções sexualmente transmissíveis

informações gerais

injectável

interacção medicamentosa

laqueação de trompas

legislação

medicação

menopausa

menstruação

método do calendário

métodos contraceptivos

métodos definitivos

outros temas

período fértil

pílula

prática sexual

preliminares

preservativo

relação sexual

saúde

seropositivo

sexo anal

sexo oral

situação de diarreia

spotting

teste de gravidez

toxoplasmose

vacina

vasectomia

vómito

todas as tags

Terça-feira, 29 de Dezembro de 2009
Gravidez vs toxoplasmose

Olá mais uma vez... Estou grávida mas não sou imune à toxoplasmose. Sei que tenho que ter cuidados, entre eles com os gatos e com os alimentos mal lavados e mal cozinhados. A minha dúvida é a seguinte. Tenho um cão lavrador e tenho receios, mas tb não queria me afastar totalmente dele, pois ele sente a falta. Será que os cães implicam um risco para contrair toxoplasmose? Obrigada mais uma vez. Com os melhores cumprimentos. Sónia
 

Cara S.
A Equipa do Consultório de Planeamento Familiar agradece o seu contacto e aproveita para lhe dar os nossos sinceros parabéns e votos de um excelente 2010.
Perante a situação que descreve aconselhámo-la a falar com o/a médico/a que a irá acompanhar durante a gravidez e colocar esta questão, uma vez que não existe consenso relativamente aos cães.
Também poderá consultar o veterinário, a fim de o seu cão fazer alguns exames e análises, no sentido de perceber se está bem de saúde.
Relativamente à toxoplasmose, o gato é o hospedeiro definitivo, e o homem e outros animais como hospedeiros intermediários.
Os alimentos vegetais contaminados com oocistos e os de origem animal, principalmente produtos suínos e ovinos com quistos, são os maiores responsáveis pela infecção humana e no cão. Além destes alimentos, estão envolvidos, ainda, o solo contaminado e roedores infectados, ingeridos parcial ou totalmente, como consequência dos hábitos carnívoros exercidos por estes animais.
O diagnóstico da toxoplasmose em cães e gatos baseia-se em métodos directos, que consistem na identificação do parasita em materiais dos animais infectados, e métodos indiretos, baseados na identificação de anticorpos específicos contra o Toxoplasma.
A prevenção da infecção de cães e gatos baseia-se principalmente em cuidados com a alimentação destes animais, não permitindo o consumo de carne crua ou mal-cozida por estes animais. Os animais devem ser mantidos domiciliados e bem alimentados, prevenindo que venham a caçar roedores e aves, que possam estar infectados.
A toxoplasmose no homem deve ser prevenida pela cocção adequada dos alimentos cárneos, pela lavagem das frutas e verduras, assim como dos instrumentos e superfícies utilizadas na preparação dos mesmos.
 Nem as pessoas que criam gatos, bem como os veterinários possuem um risco significante maior de adquirir a toxoplasmose do que a população em geral, o mesmo valendo-se para gestantes e pacientes imunodeprimidos. Assim, esta população não deve ser afastada dos seus animais. Há de se tomar precauções, removendo as fezes dos felinos diariamente, prevenindo a esporulação de possíveis oocistos no convívio humano, tarefa que não deve ser realizada por gestantes e pacientes com imunodepressão. Devem ser utilizadas luvas sempre que sejam manipuladas as fezes dos gatos, assim como nos procedimentos de jardinagem.
Esperamos ter esclarecido a sua questão, caso necessite ou fique ainda com alguma dúvida não hesite em voltar a contactar-nos.
Cumprimentos
A Equipa


publicado por APF às 20:12
link do post | adicionar aos favoritos

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Dra. Fátima Palma
Ginecologista e Obstetra, Maternidade Dr. Alfredo da Costa

Posts recentes

Esquecimento na toma da P...

Relacionamento Sexual

Interacção Medicamentosa

Métodos Contraceptivos

Métodos Contraceptivos

Métodos Contraceptivos

Anatomia/Fisiologia

Interacção medicamentosa

Interrupção da toma da pí...

Pílula contraceptiva e he...

Arquivos

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

blogs SAPO
Subscrever feeds