Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Pílula e sua eficácia contraceptiva

31.12.09, APF

Boa noite,
Sei que já estamos muito perto de mais um evento festivo, mas ficaria bastante grata se conseguissem responder ao meu e-mail.
Estou a tomar a Diane-35, comecei uma nova caixa na 2ªfeira. Tive relações sexuais com o meu namorado e o preservativo rompeu-se. Tenho ouvido opiniões opostas em relação a esta pilula, que é fraca em comparação com as outras existentes no mercado, que é tão eficaz como as outras. a minha dúvida é a seguinte, posso estar descansada apenas com a esta pilula ou será necessário tomar a pilula do dia seguinte?
Obrigada e votos de um bom ano!
Cumprimentos
 

Cara C.
A Equipa do Consultório de Planeamento Familiar agradece o seu contacto e deseja-lhe um excelente ano de 2010. Embora seja uma época festiva, a Equipa do Consultório encontra-se a trabalhar, a fim de dar resposta a todas as questões colocadas.
Não existe pílulas contraceptivas “mais ou menos eficazes”, o que acontece é que existem marcas e dosagens diferentes a fim de se adaptarem aos vários organismos femininos.
As pílulas independentemente da marca são todas eficazes desde que o comprimido seja tomado todos os dias à mesma hora (não ultrapassar a margem de 12h da hora habitual), ter cuidado com os medicamentos que possam diminuir a eficácia contraceptiva da pílula e vice-versa, e também com as situações de vómitos e/ou diarreia que possam ocorrer nas 4 horas a seguir à toma habitual de toma. Se agir em conformidade com estas indicações está protegida em relação a uma eventual gravidez, independentemente da falha do preservativo. Também no período de pausa da pílula, desde que a toma seja regular e correcta está protegida em relação a uma gravidez.
Pela situação que descreve não se justifica tomar a contracepção oral de emergência, uma vez que está a tomar a sua pílula correctamente e assim está protegida em relação a uma eventual gravidez.
Esperamos ter esclarecido a sua questão, caso necessite ou fique ainda com alguma dúvida não hesite em voltar a contactar-nos.
Cumprimentos
A Equipa

4 comentários

Comentar post