Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Esquecimento da toma da pílula contraceptiva

11.01.10, APF

Bom dia,
tomo a pílula gynera há cerca de 4 meses. Nos primeiros meses correu tudo bem, mas no último, só aós a pausa percebi que me tinha esquecido da 21ª pílula. Uma vez que já tinha sido a pausa, não tomei. Relativamente à carteira nova, no 4º dia percebi também que me tinha esquecido da do 3º e tomei, já depois das 12h.
A seguir a esse dia, comecei a ter imensos enjoos, principalmente de manhã, chegando um dia a vomitar. Claro, ponderei se estaria grávida, uma vez que a toma foi irregular. Fiz um teste mesmo no fim da carteira, que deu negativo. Entretanto veio-me a menstruação ontem. Os enjoos continuam e são diários. Pondero se será da pílula ou se estarei mesmo grávida. O que estranhei ontem foi algo estranho que saíu juntamente com a menstruação, algo sólido, a comparação mais próxima que consigo fazer será talvez uma azeitona esmagada, castanho muito mas muito escuro... Já estou superconfusa, pensado se terá sido um aborto espontâneo, se será normal, pois os enjoos esta manhã continuaram...
Poderá elucidar-me acerca disto tudo? Já não sei se continuar com a pílula ou não....
Obrigada.
 

Cara V.

A Equipa do Consultório de Planeamento Familiar agradece o seu contacto.
Perante o que descreve se ocorreram relações sexuais sem a utilização do preservativo no período de pausa e durante a nova embalagem (devido ao esquecimento na 3ª semana e na 1ª semana), poderá existir riscos de engravidar.
Se o teste de gravidez foi realizado passado 3 semanas da última relação sexual de risco, e bem realizado, o resultado é credível.
Relativamente aos sintomas que se encontra a ter, é aconselhável que consulte o/a médico/a que a acompanha ao nível ginecológico, a fim de fazer uma avaliação da situação. 
Esperamos ter esclarecido a sua questão, caso necessite ou fique ainda com alguma dúvida não hesite em voltar a contactar-nos.
Cumprimentos
A Equipa
 

2 comentários

Comentar post