Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Pílula

28.08.09, APF

Boa Noite.
Tenho 18 anos e nunca fui à ginecologista, no entendo decide marcar uma consulta pois o meu período menstrual vem sempre com muito fluxo e cada mês que passa tenho mais dores, disseram me que provavelmente a ginecologista me receitaria uma pílula o que era bom pois sou sexualmente activa e isso traria me mais segurança, no entanto o meu namorado não quer que eu tome a pílula pois tem medo que eu engorde visto que a minha irmã, que tem a mesma constituição física que eu quando começou a tomar a pílula engordou imenso. 
Gostaria de saber se corro o mesmo risco visto que já passaram 17 anos desde que a minha imã começou a tomar a pílula e a medicina está em constante evolução. 
Obrigada pela vossa atenção, 
Sara 
 

Cara Sara
Relativamente à  sua questão, informamos que a pílula é um medicamento, e os medicamentos são prescritos pelo/a médico/a de família ou outro/a técnico/a de saúde credenciado/a para o efeito. Como existem diversas pílulas em circulação no mercado nacional, deve ser o/a médico/a de família, ou outro/a técnico/a de saúde, a prescrever a pílula mais adequada a cada história clínica. 
O que varia de marca para marca de pílula é a sua dosagem e seus componentes. As pílulas de baixa dosagem, as mais recentes no mercado, devido ao seu reduzido teor de estrogénios, reduzem a incidência de efeitos colaterais de natureza estrogénica, ou seja, os efeitos secundários indesejados pelas mulheres (tensão mamária, náuseas, cefaleias, irritabilidade, peso).
O facto de a sua irmã ter sofrido um aumento de peso devido à toma da pílula, não significa que o mesmo aconteça consigo, até porque o aumento de peso depende de cada organismo e da sua adaptação à toma da pílula. 
Assim, aconselhamos que faça a consulta que tem planeada com a sua ginecologista e peça também a sua opinião sobre este assunto.
Cumprimentos
A equipa

2 comentários

  • Imagem de perfil

    APF

    31.08.09

    Cara Moira
    A Equipa do consultório de Planeamento Familiar agradece o seu contacto e informa que a sua questão não será colocada na nossa página.
    Quando existe um esquecimento superior a 12 horas na toma da pílula, na primeira semana (do 1º ao 7º comprimido) a eficácia contraceptiva fica comprometida. Na informação que nos facultou não refere se o esquecimento foi superior a 12 horas, da hora habitual de toma.
    A relação sexual que teve pode comportar algum risco, uma vez que estaria desprotegida pela sua pílula. Neste caso, poderia ter recorrido à Contracepção Oral de Emergência.
    Relativamente à toma da sua pílula, se a continuou a tomar sem mais esquecimentos e utilizou o preservativo nos 7 dias seguintes, a eficácia contraceptiva foi reposta, ficando novamente protegida relativamente a uma gravidez.
    Para saber se ocorreu uma gravidez, e para que exista um resultado credível, pode realizar um teste à urina passado 3 semanas da relação sexual que considera de risco.
    Esperamos ter esclarecido a sua questão, caso necessite ou fique ainda alguma dúvida não hesite em voltar a contactar-nos.
    Cumprimentos
    A equipa
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.