Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Pílula

28.08.09, APF

Boa Noite.
Tenho 18 anos e nunca fui à ginecologista, no entendo decide marcar uma consulta pois o meu período menstrual vem sempre com muito fluxo e cada mês que passa tenho mais dores, disseram me que provavelmente a ginecologista me receitaria uma pílula o que era bom pois sou sexualmente activa e isso traria me mais segurança, no entanto o meu namorado não quer que eu tome a pílula pois tem medo que eu engorde visto que a minha irmã, que tem a mesma constituição física que eu quando começou a tomar a pílula engordou imenso. 
Gostaria de saber se corro o mesmo risco visto que já passaram 17 anos desde que a minha imã começou a tomar a pílula e a medicina está em constante evolução. 
Obrigada pela vossa atenção, 
Sara 
 

Cara Sara
Relativamente à  sua questão, informamos que a pílula é um medicamento, e os medicamentos são prescritos pelo/a médico/a de família ou outro/a técnico/a de saúde credenciado/a para o efeito. Como existem diversas pílulas em circulação no mercado nacional, deve ser o/a médico/a de família, ou outro/a técnico/a de saúde, a prescrever a pílula mais adequada a cada história clínica. 
O que varia de marca para marca de pílula é a sua dosagem e seus componentes. As pílulas de baixa dosagem, as mais recentes no mercado, devido ao seu reduzido teor de estrogénios, reduzem a incidência de efeitos colaterais de natureza estrogénica, ou seja, os efeitos secundários indesejados pelas mulheres (tensão mamária, náuseas, cefaleias, irritabilidade, peso).
O facto de a sua irmã ter sofrido um aumento de peso devido à toma da pílula, não significa que o mesmo aconteça consigo, até porque o aumento de peso depende de cada organismo e da sua adaptação à toma da pílula. 
Assim, aconselhamos que faça a consulta que tem planeada com a sua ginecologista e peça também a sua opinião sobre este assunto.
Cumprimentos
A equipa

4 comentários

  • Imagem de perfil

    APF

    31.08.09

    Cara Moira
    A Equipa do consultório de Planeamento Familiar agradece o seu contacto e informa que a sua questão não será colocada na nossa página.
    Quando existe um esquecimento superior a 12 horas na toma da pílula, na primeira semana (do 1º ao 7º comprimido) a eficácia contraceptiva fica comprometida. Na informação que nos facultou não refere se o esquecimento foi superior a 12 horas, da hora habitual de toma.
    A relação sexual que teve pode comportar algum risco, uma vez que estaria desprotegida pela sua pílula. Neste caso, poderia ter recorrido à Contracepção Oral de Emergência.
    Relativamente à toma da sua pílula, se a continuou a tomar sem mais esquecimentos e utilizou o preservativo nos 7 dias seguintes, a eficácia contraceptiva foi reposta, ficando novamente protegida relativamente a uma gravidez.
    Para saber se ocorreu uma gravidez, e para que exista um resultado credível, pode realizar um teste à urina passado 3 semanas da relação sexual que considera de risco.
    Esperamos ter esclarecido a sua questão, caso necessite ou fique ainda alguma dúvida não hesite em voltar a contactar-nos.
    Cumprimentos
    A equipa
  • Sem imagem de perfil

    Morena

    31.08.09

    Boa tarde novamente,
    Após a resposta que me foi dada por vós, informo que quando esqueci de tomar a pilula no 3º dia à noite após a pausa do 7 dias, não houve relação sexual. Não me recordo se terão realmente passado as 12horas. Costunava tomar a noite e nessa noite do 3º dia esqueci-me de tomar. No outro dia de manhã tomei 2 pilulas, a do esquecimento e uma outra e so tive relação por volta das 18 horas desse mesmo dia. A falta da tomada não se deu depois da relação mas bem antes mais ou menos umas 20horas antes da relação sexual.Quando tive a relação o intestino já deveria ter absorvido a pilula uma vez que a relação se deu 7 horas dp da tomada das 2 pilulas. De notar que tenho 48 anos, pelo que estou no começo da menopausa, embora o meu médico me tenha informado que não há qq contra-indicação se a continuar a tomar. Desde esse dia não tive mais nenhuma relação sexual, nem protegida nem desprotegida.
    Agradeço não publiquem este anuncio.
    Uma vez mais mto obrgd.
    e uma boa tarde
  • Imagem de perfil

    APF

    01.09.09

    Cara Morena
    A Equipa do Consultório de Planeamento Familiar agradece novamente o seu contacto e conforme o solicitado a sua questão não será colocada na página do consultório.
    Enquanto estiver a tomar a pílula contraceptiva não é possível saber se a mulher está ou não a entrar na menopausa, pois o ciclo é hormonal e não natural. Terá que interromper a toma da pílula contraceptiva e durante um ano se não tiver qualquer tipo de hemorragia/menstruação então está na menopausa. Com a toma da pílula não é possível dar esse tipo de informação.
    Se se esqueceu de tomar uma drageia na 1ª semana de toma da pílula (1º ao 7º comprimido) a sua eficácia fica comprometida, ao tomar de manhã se ainda não tiver passado as 12horas da toma habitual não comprometeu a sua eficácia. No entanto, não é perceptível o motivo porque tomou 2 comprimidos, isto porque a sua hora de toma habitual é à noite, certo? Assim, em vez de ter comprometido um dia poderá ter comprometido dois dias, pois ao tomar mais cedo um comprimido poderá ter sido fora do limite das 12 horas. Esse comprimido deveria ter sido tomado à hora habitual. Ou será que tomou dois e à noite voltou a tomar o seu comprimido como habitualmente?
    A eficácia da pílula fica posta em causa perante um esquecimento, independentemente se a relação sexual é antes ou depois do esquecimento. Como poderá ler no seu folheto informativo, a 1ª semana de toma da pílula, em caso de esquecimentos é considerada de risco caso exista relações sexuais, sendo que por vezes a mulher deverá ponderar a toma da contracepção oral de emergência, caso não pretenda correr risco de engravidar.
    Deverá utilizar precauções adicionais até perfazer 7 tomas consecutivas da pílula, somente a partir da 8ª toma é que a pílula retoma a sua eficácia.
    Esperamos ter esclarecido a sua questão, caso necessite ou fique ainda alguma dúvida não hesite em voltar a contactar-nos.
    Cumprimentos
    A equipa

  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.