Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Candidíase

19.03.10, APF

Bom dia!
Escrevo a esperança de encontrar algumas respostas às dúvidas que tenho.
Desde o início do ano que estou com uma candidíase vaginal desencadeada pela toma de vários antibióticos. Entretanto já fiz vários tratamentos (comprimidos - Fluconazol, pomada, óvulos vaginais). Actualmente estou a tomar Baciginal oral para restabelecer a flora intestinal. Há dias em que me sinto bem e outros em que sinto a candidíase.
Entretanto, foi-me detectada uma infecção urinária e foi-me prescrito o Bactrim Forte (1 cx de 15 comprimidos). Por outro lado, estou a tentar engravidar (tenho 34 anos), deixei de tomar a pílula e desde meados de Fevereiro que tomo o Folicil (1 por dia).
Se me puderem ajudar, o que desde já agradeço, pretendo saber o seguinte;
- Posso tomar Baciginal e Bactrim em simultâneo?
- Posso continuar a tentar engravidar, apesar da toma de Baciginal e Bactrim?
- O Bactrim, vai agravar a minha candidíase que devo fazer para minimizar o risco de agravamento?
Agradeço a vossa atenção e disponibilidade e aguardo a vossa resposta.
Cumprimentos.
 

Cara A.
A Equipa do Consultório de Planeamento Familiar agradece o seu contacto.
Segundo o Simpósio Terapêutico não existe qualquer tipo de incompatibilidade em estar a tomar estes dois medicamentos. No entanto, uma vez que a sua candidíase é desencadeada pela toma de antibióticos, deverá realizar uma consulta médica, a fim de avaliar a sua situação, como também a medicação que se encontra a tomar. Isto porque, pode existir o risco de ter novamente candidíase ou esta não ficar tratada correctamente. Em relação à questão de gravidez, deverá aconselhar-se com o/a seu/sua ginecologista, isto porque é importante ter em atenção o historial de vida e clínico da mulher. Nesta consulta, coloque todas as suas dúvidas e questões, assim como deverá comunicar a medicação que se encontra a tomar.
Esperamos ter esclarecido a sua questão, caso necessite ou fique ainda com alguma dúvida não hesite em voltar a contactar-nos.
Cumprimentos
A Equipa 
 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.