Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Consultório de Planeamento Familiar

Este consultório tem como objectivo informar, ajudar e orientar os seus utilizadores na área da sexualidade e planeamento familiar.

Contracepção oral de emergência

30.09.09, APF

Bom dia, 
venho esclarecer uma nova questão em relação à pilula do dia seguinte.
Como falado em mail anteriores, na 1ªsemana da toma da pílula normal (início de Setembro) ocorreu um esquecimento superior a 12h e tomei como precaução a pílula do dia seguinte. Na sua posologia indica que pode atrasar a proxima mentsruação, o que se verifica pois deveria ter aparecido no Domingo/2ªfeira e houve apenas um ameaço ontem, 3ªfeira, não tendo ocorrido menstruação ate hoje.
Tenho lido casos de várias mulheres que com a toma da PDS a menstruação desregulou bastante, mais de um mês em alguns casos.
Gostaria de saber se posso tomar normalmente a próxima embalagem de pílula, mesmo que a mentruação não desça totalmente nestes 7 dias de pausa (deveria retomar a pílula esta 6ªfeira).   
Cumprimentos  
 

Cara A.
A Equipa do Consultório de Planeamento Familiar agradece novamente o seu contacto. 
Relativamente ao aparecimento da menstruação podem dar-se 4 situações e dependem do organismo e metabolismo de cada mulher: ou a menstruação aparece na altura em que a mulher a espera, ou aparece mais cedo que o esperado, ou então aparece mais tarde que o habitual ou em situações mais raras não aparece nesse mês. Por outro lado, existem mulheres utilizadoras da pílula regular, que quando tomam a contracepção oral de emergência não observam nesse mês a hemorragia de privação, aquando da paragem da pílula (podendo ser este o seu caso). 
Relativamente à  toma da sua pílula regular, deve iniciá-la no dia previsto, independentemente de não ter ocorrido a hemorragia de privação. 
Aconselhamos que realize um teste de gravidez, à urina, 3 semanas após a relação sexual que considera de risco. Poderá também falar com o/a seu/sua médico/a assistente sobre esta situação.
Esperamos ter esclarecido a sua questão, caso necessite ou fique ainda alguma dúvida não hesite em voltar a contactar-nos.
Cumprimentos
A Equipa

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.